05 mai
A espera Daquele Dia das Mães

criança flores
Não esperarei o domingo para lhes falar um pouco sobre. Me adianto porque bem sei e lhes entendo perfeitamente que, para muitas, esses dias prévios a esta data mexe com vocês, assim como mexia comigo, alguns anos mais que outros, enquanto estava nesta espera por aquele dia das mães com meu filho já nos meus braços.
É uma data comercial, como tantas outras, mas para quem sonha em ser mãe, é uma data que mexe, que tende a nos deixar mais frágeis, é uma data expressamente de homenagem a todas as mães, data em que você daria tudo para ter seu presente mais desejado no colo ou já dentro de você, data em que pode machucar e ninguém busca por isso, ao contrário, muitas estão cansadas e calejadas quando se toca no tema e neste dia a sensação é que a ferida tende a ficar mais exposta. Parece que o desejo se multiplica e a ansiedade em já resolver esta questão só aumenta.
Para as que tem uma mãe ainda viva e que se porta como uma mãe “de verdade”, aconselho que se apeguem a ela, que desfrutem o dia ao lado dela e que se alegrem por esta dádiva de ainda tê-la, porque mãe é um ser único, que vocês passarão a admirar mais ainda quando se tornarem, quando sentirem na pele este amor ímpar, ou seja: em breve! Mas enquanto isso amem e valorizem as suas preciosas mamães.
Às que não tem mais a mamãe do lado, que se apeguem ao companheiro, que busquem estar ao lado de pessoas do bem, que torcem por você, sem cobranças, que façam do seu dia um dia mais leve e que te dêem motivos para sorrir, sem se apegar tanto a uma data que passará e a vida seguirá.
No meu caso, foram seis natais sem presente na árvore, foram seis dias das mães sem um filho, uns mais sensíveis que outros, mas sempre buscando estar bem, na certeza de que um dia na minha árvore haveria o melhor, mais desejado e perfeito presente, e que teria dias das mães todos os dias da minha vida após a realização do sonho da maternidade, e assim aconteceu e hoje venho lhes pedir para refletir se vale a pena se apegar tanto a uma data, afinal você já tem todos os dias que lembrar o quanto desejaria este filho que ainda não chegou e assim passar a se cuidar, a juntar as forças necessárias para passar por este domingo sem cutucar a ferida, ocupando o seu dia com amor, se protegendo e acreditando que será o último ou um dos últimos sem ser mãe, na certeza absoluta de que falta menos. Sim, porque quem quer realmente ser mãe não desiste facilmente até preencher este lugarzinho guardado no peito para o grande amor da sua vida.
E para terminar, te desejo um feliz dia das mães hoje, sim já hoje, aliás amanhã também, e domingo também! Afinal todos os dias são dias para te homenagear, você que já é mãe de coração, você que já tem tanto amor para dar, você que já ama inclusive este serzinho antes mesmo de concebê-lo ou conhecê-lo, você que por tudo isso já é uma mulher especial!
Um beijo no coração de cada uma. Com muito carinho, Taci

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

2 comentários

  1. AAAAAAAiiiiiiiiiiiiii Taci, só vc mesmooooo, pra definir EXATAMENTE, EXATAMENTE Tudo !!
    É EXATAMENTE ASSIM QUE ME SINTO.
    Já chorei taaaanto esses dias, meu Deus !!!
    Me pego chorando a cada postagem de amigas no face, nas escolas com seus filhos participando de homenagens a elas pelo dia das mães, é jornal na tv, é na internet como um todo, redes sociais, nossa, em todo lugar !!
    Mais vc como um anjo vem me fazer chorar de novo, mais dessa vez tranquilizando o meu coração, dizendo oque eu precisava escutar.
    Muuuuito obrigada, Deus te abençoe.
    Precisando me apegar a isso que vc falou acima, a minha amad mãe, que graças a Deus e Nossa Senhora eu tenho e a espera de um dia eu poder comemorar essa data tão sonhad.
    Falta menos, de alguma forma eu sei e Deus vai me agraciar com meu milagre.
    Feliz dia das mães Taci.
    Bj,
    KAMILA.

    Comentário
    1. Que bom sentir que estou podendo te ajudar um pouco. Com certeza falta menos querida Kamila! Beijo no seu coração

      Comentário

Deixe seu comentário