05 jul
Barriga Sonhada

barrigasonhada

Hoje entrei ao quarto das meninas e “congelei” em frente a esta foto que tenho num porta retrato… Gente, já se passaram 8 anos deste barrigão e muitas vezes ainda me pego perguntando se foi verdade… Juro! Sonhei tanto, mas tanto, mas taaaaaaaanto com essa barriga que só quem sonha pode entender o que estou dizendo… Me senti desde o primeiro segundo da gravidez  a mulher mais poderosa da face da terra, minha barriga então era o símbolo e trunfo da minha suada vitória e eu a amei desde o primeiro segundo.
Com um mês de gestação ela já se visualizava, aliás eu fazia questão absoluta de que se mostrasse, que aparecesse. A tinha leve e solta para aproveitar desde o primeiro instante dos títulos gestante, grávida, futura mamãe e o mais lindo de todos: MÃE!!!
Minha barriga por 38 semanas era a parte do meu corpo que mais amava, idolatrava e cuidava! Afinal dentro dela estava o meu maior tesouro. Tesouro este que foi tão esperado e sonhado e naquele momento estava ali, dentro de mim!
Quantas e quantas vezes me acordava um pouco assustada para confirmar uma vez mais que era verdade! E tocava na minha barriga e respirava aliviada… ai, ai… Tive uma gravidez de risco, com alguns sustos a princípio, minha progesterona insistia em não subir , o que é determinante para a evolução da gestação, num outro post lhes contarei bem sobre este tema, mas hoje minhas queridas quero lhes falar dela: da minha tão sonhada barriga!
Foram minutos infinitos ali parada em frente daquela foto até ser “despertada” por gritinhos das duas princesas que, sem eu perceber, estavam ao meu lado a admirar e sorrir com a cena, até que escuto uma meiga voz: “mamãe, o que você está fazendo aí?” Voltei então à doce realidade! Mas fiquei com a foto na minha cabeça e vim aqui dividir com vocês que sonharam ou ainda sonham demais em se ver assim!
Foram tantas as incógnitas até gestar que quando assim me encontrei foram meses curtindo e super atenta à estrela da minha vida: minha barriga, que diga-se de passagem foi uma barriga enorme e linda!
Jamais esquecerei da primeira vez que senti a minha Nana mexer… O quanto esperei por isso! O quanto imaginei como seria até que chegou o dia! Estava com minha irmã quando de repente… sentí! Sentí algo diferente, sentí uma cosquinha dentro de mim, era meu bebê (ainda não sabia o sexo), era o primeiro sinal que sentia plenamente sua presença. Mágico, único, sublime! Foi muito rápido, mas o necessário para me fazer emocionar bastante, e partir daquele momento ela se amostrava de tanto mexer e eu amava cada mexida óbvio!
Então a tal barriga sonhada continuará existindo no meu coração para sempre. Fecho os olhos e posso me ver gravidíssima, e meu coração se alegra pela dádiva alcançada.
Mais na frente falarei da minha outra barriga combinado? Barriga esta que a foto fica do lado da barriga sonhada e que posso entitulá-la de barriga inesperada e que me desarmou de tanta emoção e surpresa… A barriga da minha Tina, meu milagre.
Que fique como ânimo e estímulo para que sigas e se não for com essa barriga física que seja pela gestação do coração, que com certeza também irá tomar conta do seu ser nessa espera do filho que chegará a qualquer momento!
A seguir sonhando e acreditando, sempre!!!
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

Deixe seu comentário