23 abr
Congelamento de Óvulos, Congelamento de Sonhos
congelamento
Gente, hoje o tema abordado será o congelamento de óvulos. Antes que nada, para melhor entendimento, quero diferenciar  as expressões óvulos e embriões, tendo em vista que existem técnicas de congelamento dos dois e  muita gente se confunde pensando se tratar do mesmo.
Óvulos são células sexuais femininas, que podem ser congelados para serem usados em tratamentos de reprodução humana a futuro, por mulheres que desejam ou precisam preservar sua fertilidade.
Embrião é o produto da concepção do momento da fecundação até 8 semanas de vida embrionária, sendo a junção do óvulo com o espermatozóide. No caso de fertilização in vitro o processo dessa “junção” se dará em laboratório para posterior transferência ao útero da paciente.
Entendido? então vamos lá…
Me lembro bem que a primeira vez que escutei sobre esta possibilidade foi há muitos anos atrás quando uma colega do colégio foi diagnosticada com câncer de mama. Devido a ser muito jovem e ainda solteira, foi alertada pelos médicos para que antes de iniciar os tratamentos providenciasse o congelamentos de alguns óvulos, por saber da possibilidade de vir a ficar infértil posteriormente. E assim foi feito, ela procurou uma clínica de reprodução humana e foi feito o congelamento de óvulos. Alguns anos se passaram, ela já curada e casada, sem conseguir engravidar naturalmente, resolveu partir para a fertilização in vitro com aqueles óvulos congelados, resultando assim numa gravidez trigemelar e a realizando por completo, isso graças a técnica de congelamento de óvulos, tão bem indicada pelos profissionais que a cuidaram na época e tiveram a sensibilidade de alertá-la, já pensando em seu futuro e possível desejo de mulher em se tornar mãe.
Que maravilha, não é mesmo? Pois bem, o congelamento de óvulos é uma técnica que está disponível para todas mulheres que por alguma razão querem ou necessitam adiar a maternidade.
Hoje em dia, muitas mulheres preferem deixar a maternidade mais para o futuro devido ao lado profissional, e utilizam esta técnica para quando lhes pareça mais oportuno o momento para se dedicar de melhor forma à maternidade. Outras, por não terem um parceiro estável em determinada idade também se preocupam em preservar alguns óvulos para quando apareça o possível pai para o filho sonhado.
Se sabe que a idade ideal para congelamento de óvulos seria até os 35 anos, quando os óvulos ainda são considerados jovens, havendo maior possibilidade de êxito num tratamento futuro, mas como muitas incógnitas nessa área da medicina, nada é garantido e de repente um óvulo de uma paciente com mais de 40 anos resulta ser posteriormente um lindo beta hcg positivo!
A medicina tem evoluído cada dia mais e vejo o congelamento de óvulos como um congelamento de sonhos, o que poderia ser, se não existisse esta técnica, o fim do sonho da maternidade para algumas mulheres que por algumas razões se vêem na obrigação de deixar para amanhã este sonho de ser mãe e com o congelamento de óvulos o sonho segue ali, guardado, congelado, para quem sabe um dia se concretizar… Sou a favor da possibilidade dessa técnica, sempre quando seja optada por livre e espontânea vontade da mulher em questão, jamais por imposição de algo ou alguém… E assim sendo: viva o congelamento de óvulos!
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

Deixe seu comentário