26 mar
Pronta para Vencer – 3a FIV

mulher rezando

Após a última consulta, com o novo médico e havendo sido diagnosticada a falência ovariana precoce, estando ciente de que a porcentagem de êxito era bem inferior ao que havíamos imaginado, se passaram alguns meses para que pudéssemos nos recompor de todo aquele novo cenário a ser enfrentado.

Não foi fácil, a princípio só fazia chorar e me lamentar, mas não durou muito. Sempre fui de reagir e não me entregar às dificuldades da vida, e não seria diante do que mais queria e sonhava que eu iria fraquejar. Tomamos um tempo para nós dois, fizemos uma pequena viagem e tentamos ao máximo viver sem essa pendência que nos fazia sofrer, e conseguimos por alguns momentos!  Sempre fomos muito companheiros, e isso me sustentava e me dava força para seguir.

Até que chegou um momento em que eu senti que estava na hora de voltar para a batalha! Mas voltar para batalha não como uma perdedora que perdeu as últimas lutas, e sim como uma brava guerreira que colocaria toda fé e foco naquela que seria possivelmente sua última batalha, e que desde já dentro do meu coração não havia outro sentimento do que aquela seria A VENCIDA!

Retornamos ao médico. Após uma horinha de espera fomos chamados para entrar. Ao me aproximar da sala o médico já nos esperava com a porta aberta e um largo sorriso. Coitado, acho que ele ainda estava sensibilizado com as últimas cenas que eu tinha protagonizado na última consulta, uma mulher arrasada, cansada e entregue ao stress de uma luta de anos, mas  para surpresa dele se deparou com uma mulher determinada, forte e positiva! Definitivamente eu tinha voltado como ele tinha me pedido, tinha voltado para agarrar com unhas, dentes e coração aqueles 5% de chances da fertilização dar certo, conforme ele mesmo tinha me alertado que não era 0% e sim 5%, então naquela porcentagem poderia estar a minha vitória!

O médico se surpreendeu e se alegrou muito com a minha postura, e após combinarmos os procedimentos a seguir para a fertilização, ele demonstrou claramente que entraria na batalha conosco: para ganhar! “Tenham certeza de que o que depender de mim já deu certo. Façam a parte de vocês, que farei a minha da melhor forma, e seja o que Deus quiser.”

E assim partimos, nessa atmosfera de esperança, para mais um tratamento, aliás para O tratamento que jamais esqueceremos. Foi especial em todos os sentidos!

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

Deixe seu comentário