15 jul
(RE)apaixone-se!

reapaixonese

Que foto hein? Mas a idéia é essa mesmo… Chamar sua atenção!!! Como anda a relação do casal? Super normal nessa espera dar aquela esfriada… Mas cabe a você estar atenta para não deixar “congelar”, o que se torna perigoso e as vezes até irreversível.
Algumas vezes aqui já falei sobre os tempos necessários que as vezes são “obrigatórios” em certas circunstâncias. No meu caso mesmo (cada caso é um caso lógico), nós (confesso principalmente o maridão) ficávamos alertas após cada “queda” (pós cirurgias, pós tratamentos sem sucesso) e dávamos um tempo. Tempo esse que de comum acordo era para tentar esquecer ao máximo o tema “tentativas” e focar em nós dois. Se eu esquecia? Em nenhum segundo, confesso, maaaas conseguia – me “obrigava” – a desconectar ao máximo e me entregar àquele período necessário para nós dois, período de reencontro, período de reacender aquela chama que vinha apagada devido ao stress embutido na luta contra infertilidade. E o mais lindo era reconfirmar que, na maioria das vezes, nos “reencontrávamos”! Sim! Estávamos ali, seguíamos existindo, eu e ele, ele e eu! Havia desejo, havia paixão, sentimentos que em certos momentos caíram no esquecimento, o que é super normal minha gente! Não é fácil lidar com hormônios, com desejo, com paixão, em meio a seringas, ansiedade e ultrassonografias, é muita pressão!
Então hoje o alerta vai para você e sua relação a dois. Não se esqueça de vocês! Tudo deve ter seu tempo e seu espaço e muita coisa está nas nossas mãos de sábias mulheres que somos.
Será que não está na hora de se (RE)apaixonar?

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

Deixe seu comentário