19 abr
Só sabe quem passa

nomeulugar

Em muitas situações da vida você só pode entender realmente o próximo se algum dia passar por aquela determinada situação. E assim ocorre para quem sofre com a infertilidade.

Boa parte das pessoas não fazem a menor ideia do quanto dói e machuca essa espera absurda pelo filho que não vem. Por trás daquela espera existe um casal calejado, frustrado e muitas vezes cansado dessa rotina dura das tentativas e negativos enfrentados.

Mas está nas nossas mãos, além dessa dor que já enfrentamos enquanto esperamos, nos deixar ser “maltratados” pelas pessoas que cruzam pelo nosso caminho com comentários inoportunos e muitas vezes indelicados, nos pressionando a responder muitas vezes perguntas sem respostas…

-E não querem ter filhos não?

-Já está passando da hora viu?

-Fulaninha casou bem depois e já está indo para o segundo filho sabia?

E por aí vai… Várias “pérolas” que temos que escutar e muitas vezes com um sorrisinho amarelo desconversar…

Quando estava nessa espera eu resolvi “desarmar” comentários assim sendo direta e objetiva, ou seja assumindo a infertilidade, meu desejo enorme de ser mãe e minha luta para engravidar. Não para causar pena, jamais! Mas sim para me livrar de menos uma possível cobrança futura. Ou seja, passava por mim com essas indagações, saia totalmente esclarecido com resposta mais do que bem respondida, fazendo com que aquela pessoa certamente nunca mais voltasse a me questionar novamente. Ufa!

E quando achava que ainda era oportuno, ou seja que aquela pessoa tinha que ser reforçada para não voltar com perguntas ou comentários indelicados, eu fechava com um comentário que me fazia ter a certeza que a partir daquele momento colocaria um ponto final naquele assunto:

– Você não imagina como sonho com isso e como dói.

PONTO.

Pois bem, a pôr em prática o amor próprio e espantar as pessoas sem noção que nos cerca. Ao nosso redor só coisas boas e pessoas que torcem por nós sem cobrar, ao contrário, nos apoiando e nos ajudando a fazer a caminhada mais leve.

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

Deixe seu comentário